Blogroll

22 de mai de 2017

JAPAN HOUSE - ARTE E CULTURA JAPONESA REUNIDOS NA AVENIDA PAULISTA


Fui girarporai no mais recente espaço de arte e cultura de SP, a Japan House.

Para aqueles que curtem arte japonesa e sua cultura vale a pena conhecer o local. Este é o primeiro centro cultural do mundo dedicado a cultura nipônica, que abriu suas portas em maio, na Avenida Paulista. O melhor de tudo é que a entrada é gratuita e para todos. Com uma pegada contemporânea da arte, gastronomia e da tecnologia vinda do país oriental. Oferece ao público exposições, oficinas, biblioteca, store e restaurante com comida tradicional.

Design e arquitetura

O espaço foi projetado pelo renomado arquiteto Kengo Kuma. A fachada é de ripas encaixadas no estilo dos templos budistas. Com uma área de 2.500 metros muito bem aproveitados, o prédio tem três andares.



O primeiro andar conta com espaço para exposições, uma biblioteca, cafeteria e um jardim externo. Distribuído nesse espaço prateleiras que mostram a arte e cultura japonesa.






O segundo andar conta com uma store com lenços, bolsas e carteiras.



No terceiro andar tem o restaurante do chefe Junji Sakamoto. Todos os funcionários da casa receberam o treinamento de omotenashi, que significa, a hospitalidade.Sempre atentos e cordiais.
Exposição do Bambu historias de um Japão

Essa exposição tem a curadoria de Marcello Dantas e termina em 9 de julho, e mostra um pouco da importância da planta para a cultura japonesa, são diversas obras que retratam mais de 150 anos da arte do bambu no Japão. Reúne esculturas dos principais artistas de bambu, como Chikuunsai IV Tanabe, Hajime Nakatomi, Shigeo Kawashima e Akio Hizume.
Ao visitar a casa voce entra no universo dos bambus e aprende um pouco dessa planta, sua origem e aplicação.



Logo no térreo voce encontra uma sala bem aconchegante com vários tapetes espalhados pelo chão. Ali, os espectadores se deitam e olham para o teto, onde está instalado um painel, passando um filminho *Conto do Cortador de Bambu* feito por Isao Takahata. E para se sentir ainda mais relaxado e confortável é necessário tirar os sapatos para entrar no clima, costume no oriente. Segundo os orientais ao entrar na casa sem os sapatos voce se liberta de todas as energias impuras que eles carregam. Então, se liberte e relax!
Ao chegar no terceiro andar voce se depara com uma das obras mais impressionantes, feita toda de bambu trançado um trabalho de muita paciência e dedicação.


A store de design MUJI, por exemplo, pretende inaugurar uma butique pop-up ainda neste ano, assim como a loja de departamentos Beams. Vamos aguardar!

Biblioteca

No térreo tem uma biblioteca com mais de 1.900 livros de moda, design, arquitetura e história, viagens e alimentos. Voce tem a oportunidade de ler lá mesmo, sentado nos sofas que estão espalhados pelo local.
      
Café e restaurante 
O Imi Cafe traz em seu cardápio doces, salgados, matcha, cafés e chás.

Não resisti e provei o matcha special cake, um doce de chiffon de matcha, ganache de chocolate e cremoso de mascarpone, simplesmente maravilhoso!
     



Já o restaurante, Japan House vem com um cardápio da comida típica japonesa e ingredientes tradicionais. 
E para finalizar vamos treinar algumas palavrinhas de gratidão Arigato, irashaimase e onegai, termos mais usados pela comunidade nipo-brasileira, que representam obrigada, bem-vindo e por favor.

Fotos:@helovalverde 
Serviços: 
Onde: Avenida Paulista, 52
Horário de funcionamento: de terça a sábado, das 10h às 22h | domingos e feriados, das 10h às 18h 

Quanto: grátis

2 comentários: