Blogroll

29 de mar de 2012

Jardim, cultura, exposição e Luz: Jardim da Luz

O parque da Luz foi inaugurado como Jardim Botânico, em 1798 e, só se tornou jardim publico em 1825, sendo o primeiro da cidade.Era uma atividade social passear no parque,  principalmente na gestão de Antonio Prado, então prefeito em 1930, aqui os paulistanos passeavam com seus filhos, escutavam as bandas que lá tocavam nos coretos,viam os animais, como bicho preguiça, pavão, zebra e outros, arvores centenárias e lagos faziam todo o cenário do parque.
Na década de 70, o parque começa a ser degradado por frequentadores indesejáveis, como traficantes, criminosos e prostitutas, a população se afastou do parque.
Na década de 90, ele começa a ser restaurado e volta a ser um lugar que até hoje nos encanta, com obras de arte espalhadas por todo parque e integrado a pinacoteca do estado, o parque restaurou seu coreto, os lagos foram recuperados os caminhos são bem cuidados.
As "meninas", ainda estão por todo parque, não fazem mal, estão misturadas as esculturas, as árvores frutiferas e perto do coreto.
Não se assuste!Esta é a São Paulo de todos, de tudo, da arte, da moda e da fotografia!É a sua São Paulo, é o seu centro, visite, cuide, divulgue, integre-se e apaixone-se.

Fotos: Humbs
Esculturas no parque, esta de Marcelo Nitsche

















Um dos coretos restaurados...                
Acima, a Pinacoteca, vá ver Brecheret, Segall, Francisco Brennand e agora um espaço para fotografia:
Lustre feito especialmente para a Pinacoteca pela escola Liceu.
Francisca Julia, escultura de Brecheret, ela era poetisa e sua musa.

 


































Pare para tomar um café e observar os transeuntes no jardim da luz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário