Blogroll

13 de set de 2008

O espírito do verão 2008

O espírito do verão oscila entre a delicadeza, a sutileza e a elegância de temas suaves, como as bonecas de louça, e a exuberância étnica das viagens a paraísos tropicais ou a lugares distantes. A tônica, portanto, varia da elegância e distinção, com preciosismos, equilíbrio e romantismo discreto, à sensualidade aventureira, transmitida por cartelas quentes e estampas primitivas. O militarismo aparece aqui e ali, com perfumes de safári.

Cores

O verão apresenta uma cartela de cores de características bem pálidas. Cores neutras, cinzas clarinhos, amarelos e verdes bem desbotados, sutis, leves. Os tons de pele vão desde os beges até o salmão, bastante presentes nas coleções. Em contraponto, alguns estilistas propõem cores vibrantes: magenta (aquele rosa forte, vibrante, com uma pitadinha de cinza), rosa, laranja e amarelos luminosos, dos temas mais étnicos. Os azuis estão bem fortes e aparecem em várias tonalidades e intensidades, dos azuis escuros, como o marinho, até o azul céu e o bem clarinho. O branco e o preto aparecem bastante, inclusive juntos, e o dourado acontece como cor, em looks totais ou peças separadas, em tons mais queimados.

Estampas e texturas.

Este é o momento dos florais, grandes, coloridos, no estilo romântico ou nos temas mais étnicos, primitivos e geometrizados. As misturas de florais sortidos também são bem-vindas. Os efeitos de tinturas manuais como o tie-dye e dip-dye trazem um aspecto primitivo às estampas da estação. A febre do momento são os degradês, que apareceram até em sapatos lá fora. Os xadrezes ainda estão por aí, desbancando a mania do silk de estações passadas, mas já não são tão fortes no verão. As listras e os bichos também estão presentes e funcionam puros, sem misturas.As texturas aparecem de maneira intensa nas coleções, ora primitivas e arcaicas, foscas e opacas, ora futuristas e tecnológicas, brilhantes e irisadas. Plásticos e brilhos metalizados concorrem com redes, telas e tricôs, criando uma instigante tensão entre o passado e o futuro. Ainda as transparências aparecem com diferentes texturas em sobreposições e assimetrias.

Formas e silhuetas predominantes

O que a gente vem reparando ultimamente é um constante movimento da roupa para longe do corpo. A silhueta ovalada ganha força, afunilada na canela. Os comprimentos permanecem curtos, mas reforça-se a atitude mais à vontade, solta e mais longa, também. Os vestidos já andavam bem soltos. Para tornar a silhueta mais feminina, uma boa idéia é colocar um cinto marcando a cintura. Além dos vestidos soltos, a calça também vem se afastando do corpo. Primeiro nas pernas, em pantalonas amplas, e agora na parte de cima, que está crescendo de volume nos quadris, trazendo a forma oriental do saruel, bem soltinha mesmo. As modelagens vêm bem elaboradas e complexas, ainda com o foco nas mangas e no pescoço. Não podemos esquecer da silhueta da pin-up, que com a mania da Amy Winehouse, está lá em cima!

Peças-chave da estação

Os vestidos são, sem dúvida, a peça-chave da estação e para o verão brasileiro não há nada mais agradável e confortável. Soltos, eles agora vêm em tecidos planos, algodões mais estruturados que as malhas molengas, que estão meio por fora.A pantalona permanece, em looks mais montadões, e as calças mais amplas, como o saruel, são as mais novas. Os macacões e macaquinhos são importantes para a linha mais fashion, mas vamos ser bem sinceras: não ficam bem nem para um quarto da população feminina brasileira.Os shorts permanecem com força e estão mais chiques, em modelagens diferentes, com pregas e detalhes de aviamentos.

Detalhes

E para marcar a estação, os detalhes presentes nas peças são fundamentais: babados e mais babados, renovados, em camadas, de diferentes tamanhos ou materiais, em lugares inusitados. As pregas também se multiplicam e surgem em partes da roupa antes pouco exploradas. Zíperes, além de decorar, ajudam a estruturar as peças. Laços enfeitam, e bordados enriquecem as estampas. As cabeças estão enfeitadas com penas pedras, casquetes, chapéus, faixas e tiaras, as sandálias gladiador imperam, enquanto os abotinados comparecem mas não pegam nas ruas. As sandálias rasteiras completam vários looks. Como os macacões, os cintos estão muito variados: abuse. O jeans aparece muito claro ou muito escuro.Aproveite a nova estação e renove seu astral!

Fonte: Mariana Rocha para UOL estilo

Nenhum comentário:

Postar um comentário